CRISMA 2011 - DIA 15 de maio 2011 - Dom Fernando Mason

1ª Turma de CRISMA da nova Paróquia São José de Tupi

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Adoração ao Santíssimo Sacramento:

Adoração ao Santíssimo Sacramento

Invocação da Santíssima Trindade rezando: Em nome do Pai, do Filho...

Eucaristia

Alimento - Fortaleza - Amor - Doação

Dirigente: Neste momento especial de adoração a Deus, fixemos nosso olhar na Eucaristia, o grande sinal da presença de Jesus entre nós.

TODOS: Jesus é o Pão da vida, nosso alimento. Ele mesmo nos diz: "Tomai e comei: isto é o meu corpo". Jesus nos lembra o grande amor do Pai por nós.

D.: Deus nosso Pai quer se dar aos homens por meio de Jesus, presente na Eucaristia. Eucaristia é alimento, fortaleza, amor, doação.

TODOS: Jesus, aqui estamos porque vos amamos. Porque queremos ficar mais perto de vós.

D.: Deus é bom e misericordioso, compassivo e sempre pronto para o perdão.

TODOS: Senhor nosso Deus, queremos vos adorar como filhos amados. Vinde com a força do vosso perdão, para que também saibamos perdoar nossos irmãos.

D.: Queremos vos pedir perdão, Senhor. Perdão por tantas coisas que não deixam o vosso amor concretizar-se entre nós. Queremos que o vosso perdão se torne vivo em nós. Somente assim poderemos nos tornar "novas criaturas".

TODOS: Acreditamos que o vosso perdão nos leva à transformação.

D.: Perdão, Senhor, pelas injustiças generalizadas. O homem já não se preocupa mais com a justiça. Importa-lhe somente a exploração do irmão.

TODOS: Perdão, Senhor, por não considerarmos os homens como nossos irmãos. Prometemos renovar nossa vida!

D.: Perdão, Senhor, pela nossa ganância. Eis um outro momento difícil em que vivemos: a busca desenfreada do lucro. O dinheiro e o lucro estão ocupando o vosso lugar em nós. As pessoas estão pensando apenas em dinheiro e em lucro.

TODOS: Perdão, Senhor, por não nos importarmos mais com a vida de nossos irmãos.

Perdão, Senhor, pela nossa omissão. Nosso povo traz em si um sofrimento desesperador. Muitos lutam para sobreviver. Não são poucos os que desanimam. Nosso sistema social não é justo, Senhor.

TODOS: Perdão, Senhor, por não termos o espírito de co-responsabilidade nesta nossa vida social.

D.: Perdão, Senhor, pela nossa falta de interesse pela comunidade. A esperança parece não ter lugar no meio de nós. O individualismo toma conta do social e do comunitário.

TODOS: Perdão, Senhor, por nosso interesse pessoal estar sempre acima do interesse comunitário.

D.:Perdão, Senhor, pelo nosso individualismo. Muitas vezes as coisas não dão certo em nossa vida pessoal e não percebemos que ajudando nossos irmãos, somos ajudados.

TODOS: Perdão, Senhor, por ainda não entendermos que o Reino de Deus pregado por Jesus já começa aqui e agora, e não somente após nossa morte.

D.: Perdão, Senhor, por dizermos "não" constantemente ao projeto do Reino de Deus entre nós. Este projeto é um presente de Deus para nós, trazido por Jesus, mas Deus conta com a nossa participação para que seu Reino de amor, justiça e paz aconteça entre nós. Essa participação consiste em primeiro entrarmos no Reino e, em seguida, ajudar outros a também entrarem.

TODOS: Perdão, Senhor, por todos os nossos pecados pessoais, de nossas famílias, dos casais, da comunidade, do mundo. Cada pecado nosso nada mais é do que dizer "não" ao que Deus espera de nós.

CANTO

Refrão: Prova de amor maior não há, que doar a vida pelo irmão!

Eis que eu vos dou um novo mandamento:
Amai-vos uns aos outros, como Eu vos tenho amado!

Refrão

Vós sereis os meus amigos, se seguirdes meus preceitos:
Amai-vos uns aos outros, como Eu vos tenho amado!

Refrão

Permanecei no meu Amor, e segui meu mandamento:
Amai-vos uns aos outros, como Eu vos tenho amado!

Palavra de Deus

(Jo 6,51-60)

Dirigente: "Eu sou o pão vivo que desceu do Céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu de dar, é a minha carne para a salvação do mundo". A essas palavras, os judeus discutiam entre si, dizendo: "Como pode este homem dar-nos a sua carne a comer"? Jesus lhes respondeu, então: "Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a Vida em vós. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue, verdadeira bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o Pai que vive em mim, me enviou e eu vivo pelo Pai, também aquele que comer de mim, viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu. Ele não é como o que os pais comeram e pereceram; quem come este pão viverá eternamente". Assim falou Jesus, ensinando em uma sinagoga de Cafarnaum. Muitos de seus discípulos ouviram-no e disseram: "Esta palavra é dura! Quem pode escutá-la?"

- Palavra da Salvação!

- Glória a vós, Senhor!

Senhor, queremos agora permanecer em silêncio. Vós conheceis bem nosso coração e depositamos em vossas mãos todas as nossas necessidades, contando com a vossa infinita misericórdia. Este é o momento mais importante de nossa Adoração. Que neste silêncio, Jesus, possamos vos ouvir.

Primeiro Momento de Silêncio Profundo

Oração da Comunidade

Dirigente: Coloquemos diante de Jesus Sacramento as nossas preces. É o Senhor que acolhe e recolhe nossas preces e nossas vidas. Humildes e confiantes, rezemos:

- Por todos os que sofrem perseguições.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Por todos os doentes.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Por todos os que não acreditam na presença de Jesus na Eucaristia.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Para que os homens se voltem à fraternidade.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Para que os pobres sejam beneficiados pela justiça.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Para que nossos governantes governem com justiça.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Por todos os jovens que não se preocupam com seu futuro.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Por todos que precisam constantemente de nossas orações.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

- Por todos os que sofrem as desventuras de nosso tempo.

- Deus da vida, acolhei a nossa prece!

Oremos: Deus e Senhor nosso, Pai de todos os homens, ouvi a nossa oração e a de todos os nossos

irmãos. Vós, que sois o Senhor da vida, aumentai em nós o amor e a esperança! Que o nosso

coração se abrase com a vossa presença no meio de nós.

TODOS: Amém.

CANTO DE ADORAÇÃO

Tão sublime Sacramento, adoremos neste altar,
Pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar.
Venha a Fé, por suplemento os sentidos completar.


Ao eterno Pai cantemos e a Jesus, o Salvador.
Ao Espírito exaultemos na Trindade, Eterno Amor.
Ao Deus Uno, e Trino demos a alegria do louvor.
Amém, Amém.

Rezemos também pelas Vocações Sacerdotais e Religiosas

OREMOS: Senhor, queremos falar bem de perto ao vosso coração de Pai. Queremos que a vossa pessoa seja continuada e presenciada no meio de nós, pelos sacerdotes e por aqueles que deixam tudo por causa de vosso Reino. A Igreja precisa da presença de pessoas dedicadas, sinceras e dispensadoras de vossos dons. Aumentai, ó Pai, no meio de nós, a vocação à vida sacerdotal e consagrada. Que tenhamos sacerdotes santos, homens fiéis a vós, ao vosso Reino e ao vosso povo! Tudo isso nós vos pedimos, humildes e confiantes, por intercessão de Maria, Mãe de Jesus, e por vosso Filho que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo. Amém.

REZEMOS MA DEZENA DO SANTO TERÇO PARA A SANTIFICAÇÃO DO POVO

01 PAI NOSSO

10 AVE MARIAS

01 GLÓRIA AO PAI......

CANTANDO A NOSSA SENHORA

Maria de Nazaré, Maria me cativou / Fez mais forte a minha fé / E por filho me adotou
As vezes eu paro e fico a pensar / E sem perceber, me vejo a rezar / E meu coração se põe a cantar / Pra Vigem de Nazaré / Menina que Deus amou e escolheu / Pra mãe de Jesus, o Filho de Deus / Maria que o povo inteiro elegeu / Senhora e Mãe do Céu.

Ave - Maria (3X), Mãe de Jesus

Contemplando e orando

D.: O Profeta Isaías anuncia para nós: "Procurem a Deus enquanto se deixa encontrar" (Is 55,6).

TODOS: Senhor, criai em nós um desejo intenso de buscar vossa presença, de encontrar-vos especialmente neste Sacramento da Eucaristia, sustento da nossa vida. Vinde em nossa defesa e não retireis de nós a vossa proteção.

D.: Contemplando a realidade da presença de Jesus ressuscitado neste Sacramento, sentimos aumentar a confiança nele. Rezemos:

TODOS: Senhor, dai-nos perceber vossa força. Concedei-nos a verdade e a sabedoria. Olhai os vossos servos. Vós sois o nosso salvador!

D.: Durante a última ceia, Jesus deixou-nos a maior prova de amor.

TODOS: Fazei, Senhor, que seguindo vossos passos cheguemos à glória da ressurreição.

D.: O apóstolo Tiago, na sua carta, deixou-nos alguns conselhos: "Confessem mutuamente os próprios pecados, rezem uns pelos outros para ser curados. A oração do justo, feita com insistência, tem muita força" (Tg 5,16).

TODOS: Senhor, tornai-nos capazes de perdoar sempre. Fazei-nos um instrumento de vossa paz. Obrigado pela Eucaristia, "sacrifício que nos reconcilia convosco".

Oração individual – SEGUNDO MOMENTO DE SILÊNCIO

Oração Final

Dirigente: Participando do Sacramento do Corpo e Sangue de vosso Filho, nós vos suplicamos, ó Deus, que nos façais crescer em caridade a Eucaristia que Ele nos mandou realizar em sua memória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo! Amém.

Dirigente: Graças e louvores sejam dados a todo momento (3 VEZES)

TODOS: Ao Santíssimo e Divinissimo Sacramento (3 VESES)

Dirigente finaliza a Adoração dizendo: EM NOME DO PAI DO FILHO

E DO ESPÍRITO SANTO. AMÉM!

Matriz São José - Tupi - Piracicaba - SP

Padre Renato Andreatto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário